Quer um livro de Doctor Who em Português? Comece com “Shada”!

Suma de Letras

Versão física ou ebook

Onde se situa: Shada deveria ser o arco final da temporada 17 da série clássica, mas o combo inflação e greve impediu que as gravações continuassem. O que já estava gravado foi usado posteriormente em duas situações: no especial de 20 anos, The Five(ish) Doctors já que o Tom Baker tava fazendo koo doce e não queria voltar e em 1992, num vídeo narrado pelo próprio Tom Baker contando a história.


Shada também foi adaptado pela Big Finish para a celebração dos 40 anos, em 2003, só que dessa vez com o 8th Doctor e em animação.

Mas vamos ao que interessa…

Você abre o livro e o primeiro parágrafo é o seguinte: Aos 5 anos, Skagra concluiu sem sombra de dúvidas que Deus não existia. A maioria das pessoas que chegam a tal constatação reage de uma das seguintes formas – com alívio ou com desespero. Somente Skagra reagiu pensando: “Peraí. Isso significa que existe uma vaga disponível.

Qualquer livro que comece assim já me pega de jeito. Porque você já sabe que a coisa só pode melhorar daí pra frente. E melhora. Muito.

A trama é basicamente a seguinte: nosso amado 4th Doctor e nossa mais amada ainda Romana II vão visitar o Professor Chronotis em Cambridge. O Professor é um TimeLord aposentado que veio passar seus últimos dias na Terra. Acontece que na mudança de Gallifrey, o Professor levou algumas lembrancinhas, entre elas O Venerável E Ancestral Livro Das Leis De Gallifrey, que é só um dos artefatos de Rassilon, o cuspidor. Aquele tipo de livro que não pode cair em mãos erradas.

E claro que as mãos erradas que o livro não pode cair são as mãos de Skagra, aquele que quer ser Deus. Segundo ele o livro possui as coordenadas para encontrar Shada, a prisão de segurança máxima de Gallifrey. Ele quer encontrar Salyavin, considerado o preso mais perigoso do lugar.

Acontece que o livro cai nas mãos de um dos alunos do Professor Chronotis, o paspalho Chris, apaixonado pela amiga Claire. Quando os dois decidem analisar aquele livro estranho, percebem que há alguma coisa errada. De volta aos aposentos do Professor, Chris descobre que o quarto não é bem um quarto e acaba se envolvendo na maior confusão de sua vida.

A história tem bem o ritmo dos anos 80: correria, reviravoltas e as tiradas inteligentes de Douglas Adams. Curiosidade: os rascunhos de Shada deram origem ao personagem Dirk Gently e sua agência de investigações holística.

A adaptação para o livro ficou a cargo de Gareth Roberts, velho conhecido dos fãs, autor de The Shakespeare Code (10th/Martha), The Unicorn And The Wasp (10th/Donna – o episódio da Agatha Christie) e The Caretaker (12th/Clara)

Um daqueles livros que servem de introdução à série clássica pra quem não viu, e que pode ser lido por quem não conhece Doctor Who. Sci-fi de primeira qualidade!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s