Time Lord Victorious | DALEKS! e1: The Archive Of Islos. É uma série de Daleks e é isso que importa.

“Os Daleks invadem o Arquivo de Islos, procurando por informações sobre os Tempos Sombrios. Irão os Arquivistas se entregar, ou há mais no Arquivo do que poderia imaginar o Dalek Imperador?”

Para esse evento, hoje nós teremos não um mas dois comentários sobre DALEKS! Por quê? Porque o desenho tem mais tiro que fala, e as poucas falas conseguem ser resumidas em dois parágrafos. E porque o #ADM11 tá empolgadíssimo pra falar sobre 🙂

O episódio você assiste aí em cima. Terminou? Agora vem pra cá!

#ADM1

Finalmente nossos saleiros genocidas do coração ganharam seu spin-off! “Ain, mas é só uma animação…” Eu não quero saber! No meu coração, qualquer migalha é um banquete quando se trata de Daleks.

Adorei que Islos é defendida por Stormtroopers. Sabe quando isso ia dar certo? Nunca. Óbvio que os Daleks iam entrar atirando e destruindo tudo.

Achei o visual dos Arquivistas sensacional também. Você percebe claramente que dado o combo tempo curto/verba mais curta ainda, fazer um pódio vintage com uma cabeça que não mexe nem boca nem olhos, só acende a luz, foi uma solução super engenhosa. Ainda assim, um passo além do que vimos em Silence In The Library/Forest Of The Dead. Aliás, senti Islos com uma vibe The Library.

Mas o que falta em verba de animação sobra em talento no roteiro. Escrito pelo pai de TLV, James Goss, esse primeiro episódio nos deixou com o hype lá em cima pra essa história. A Arquivista Chefe é só sarcasmo (adoramos) e você desconfia de alguma coisa quando ela deixa os Daleks entrarem como querem no planeta e “matar” geral.

” – Os Daleks vieram para tomar o seu Arquivo.

– Você deseja fazer um cartão da biblioteca?”

E Davros salve o Dalek Estrategista, porque é o único com o mínimo de inteligência nisso tudo. Ele percebe que tem alguma coisa errada, já que ninguém é tão de boas assim no meio de um bombardeio. “Toda vida quer alguma coisa” – nada mais certo (mesmo que não queiram nada deles…).

Só que dessa vez, quando o Estrategista chegou com o milho, os Arquivistas já estavam com o bolo pronto e o café passando. Os Daleks usam a carta do sequestrador básico: vocês nos deixam entrar no Arquivo para que peguemos as informações que precisamos, e a gente não mata mais ninguém. A Arquivista fala que não tem como contactar os superiores, mas depois de mais alguns tiros ela cede e deixa os Daleks entrarem.

E aí, neuzamigos, é que a gente entende o porquê da confiança toda: não tem ninguém, os arquivos estão vazios, e a Arquivista sumona um portal – a ficha do Estrategista caindo é muito sutil… Ela explica que todo mundo passou pelo portal com os arquivos, e que ela pesquisou por uma raça antiga e além do tempo que ofereceu abrigo a eles.

” – O que você ofereceu a eles em retorno?

Nós oferecemos vocês”

E aí é faísca verde pra todos os lados e carinha de F*&%U do Imperador.

São 13 minutos muito bons. O estilo da animação anos 60 é muito legal – tão legal que, pra aproveitar, a BBC está relançando os quadrinhos dos Daleks que saíam na revista TV Century 21 entre 1965 e 1967 que traziam o Imperador Dalek e os Daleks voando nesse palanque (eu queria essa capa versão pôster na minha parede…).

Pra quem assina a newsletter de Doctor Who, eles vão dar acesso antecipado ao episódio dois. Então, se você ainda precisa de algum incentivo para assinar a newsletter, taí.

E antes que alguém reclame do visual: gente, isso foi feito no meio de uma pandemia, com prazo curto e a verba de um pastel e um copo pequeno de caldo de cana, pra ser conteúdo complementar de uma história muito maior. O que os caras fizeram é digno de aplauso.

Mas essa é a minha opinião. O que será que o #ADM11 achou?

___________________________________

#ADM11

“Toda vida deseja algo.”
Mesmo com gráficos simples, Daleks! nos trouxe de cara uma história dinâmica. O episódio tem um bom uso dos planos e do formato animado, criando uma grande imersão – que pode até ser capaz de fazer o espectador ignorar a estética crua. Mostrando um lado do Império Dalek jamais visto na TV, a série animada é uma interessante adição ao arco de Time Lord Victorious.

Em The Archive of Islos nós revemos alguns dos modelos de Dalek recorrentes na saga de TLV. Em maior destaque está o Imperador Dalek, com seu design pomposo e uma imponência digna. Também há uma ênfase bastante interessante no Dalek Estrategista, capaz de roubar a cena com seu aspecto racional e gênio criativo.

Da esquerda para a direita: Dalek Estrategista, Dalek Imperador e Dalek Carrasco

Além disso, o episódio possui um bom uso dos momentos atmosféricos de silêncio e, mais ao fim, um cliffhanger empolgante, premeditando episódios numa escala de ambição ainda maior…

Em suma, a animação entrega tudo aquilo que promete num formato fácil de se consumir e numa plataforma igualmente acessível. Mesmo para quem não está acompanhando os maiores conteúdos de Time Lord Victorious, vale a pena conferir.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s