Time Lord Victorious | Exit Strategy. Papai Noel, me traz um bonequinho, por favor!

Se você está lendo isso no momento em que foi ao ar, desejamos a você um Feliz Natal! E já que você está em casa (fique em casa, o pandemônio ainda não acabou), divirta-se com o último conto dos Daleks no encarte da Hero Collector.

“O plano do Dalek Imperador havia falhado.

Isso não confortou em nada o Dalek Estrategista. Mas era algo que definitivamente valia a pena conseiderar. Para ter sucesso como Imperador um Dalek precisava de ambição – ambição para o sucesso, a conquista, a destruição. O problema com a ambição era mantê-la submissa à lógica pura.

Isso não tinha acontecido, concluiu o Dalek Estrategista, enquanto queimava através do vórtex temporal.

Quando o Imperador Dalek percebeu que o Império estava sendo ameaçado por mudanças na linha do tempo, ele não se surpreendeu ao saber que o Doutor estava envolvido. O plano do Dalek Estrategista era bem simples: se o Doutor era a causa do problema, então ele também poderia ser a solução. Então ele usou o Doutor: primeiro para se livrar de um inimigo impossível, depois para levar o Esquadrão do Tempo Dalek à origem das mudanças no tempo.

Foi lá que tudo deu errado, percebeu o Dalek Estrategista, enquanto via vários membros do Esquadrão do Tempo eram despedaçados pelo vórtex.

Deu errado porque o Imperador Dalek havia sido ambicioso. E a ambição levou a complicações demais.

Havia sido simples localizar a causa das distorções temporais. O Estrategista havia feito o melhor que podia para contê-la. Havia até sentido certa satisfação ao manipular três encarnações do Doutor para que eles brigassem entre si. Pelo caminho, ele recolheu várias formas de vida – espécimes dos Tempos Escuros que poderiam conter segredos genéticos valiosos para o futuro da Raça Dalek.

Foi nessa hora que a ambição do Imperador ultrapassou os limites. O Imperador Dalek planejou um “Último Ato” para a missão em segredo. Se ele tivesse dividido seu plano com o Dalek Estrategista, este teria dito ao seu mestre que ele iria falhar. E falhou.

O Imperador tentou eliminar Gallifrey antes da criação dos Senhores do Tempo. O plano com certeza era ambicioso – o que chamou a atenção dos Doutores, o que levou à derrota… e o motivo pelo qual o Dalek Estrategista estava agora caindo pelo vórtex.

Ao longe, queimando nas bordas do horizonte temporal, estavam os restos da Nave Temporal dos Daleks. Valiosos conhecimentos e uma fascinante colheita de espécies havia sido perdida.

A perda era algo que o Estrategista não se importava. Ambição era uma coisa, mas cautela era outra. Um plano cauteloso resultava em uma vitória sem riscos. Um plano ambicioso arriscava perder tudo.

O Dalek Estrategista teve um momento de satisfação quando a carapaça quebrada do Dalek Executor passou por ele. A carapaça ia se desfazendo enquanto ele assistia, o mutante dentro exposto, seus tentáculos agitando-se e estremecendo enquanto os ventos temporais passavam por eles. Sua arma ainda atirava – claro que sim. Ainda que não houvesse sobrado nenhum oponente, seu único modo de reagir às coisas que ele não gostava era atirando nelas. E então ele se foi, dilacerado pelo vórtex e espalhado, gritando, através do tempo. Ele sempre foi uma criatura tremendamente estúpida. Ele mereceu isso.

O Dalek Estrategista voltou a avaliar os possíveis resultados. Em razão do Imperador se meter em seus planos, tudo estava perdido. Os segredos dos Tempos Sombrios haviam sido desperdiçados, o Doutor não havia sido exterminado, Gallifrey não havia – obviamente – sido destruída, e o futuro do Império Dalek não estava mais protegido.

O Estrategista contemplou a próxima jogada do Imperador. Seria ele surpreendido pelos seus erros, ou culparia aqueles que havia enviado? Provavelmente o último.

Seria ele encorajado por sua derrota, culpando os Senhores do Tempo pelas mudanças no universo? Muito provavelmente.

Iria ele declarar guerra aos Senhores do Tempo, jogando todos os recursos do Império Dalek contra eles? Quase inevitável.

Ele falharia?

Desconhecido.

*****

O Dalek Estrategista se permitiu outro momento, observando a carapaça ser despojada do Dalek Drone, a criatura dentro se transformando em poeira enquanto gritava.

O tempo era o inimigo final, o Estrategista considerou. O inimigo final, a arma final. Uma força a ser reconhecida, uma força a ser domada.

Os Daleks haviam criado armas temporais no passado, e os Senhores do Tempo haviam interferido na história dos Daleks, mas nenhum dos lados ainda havia lutado uma guerra em que o campo de batalha era o tempo, onde as armas usadas eram o tempo.

Fascinante.

O Estrategista calculou suas opções e as de sua espécie. Ele poderia se permitir morrer ali no vórtex. Se ele o fizesse, o Dalek Imperador embarcaria sozinho em uma guerra contra os Senhores do Tempo. E falharia sozinho.

E ali, à deriva no infinito, o Dalek Estrategista percebeu que ele poderia voltar, que ele poderia fazer o possível para ajudar o Imperador em sua próxima batalha. Se, então, o Imperador falhasse, aquele Imperador não seria necessariamente o Imperador certo para a batalha final. Então haveria uma vacância que valeria à pena preencher.

O Estrategista considerou suas próprias ambições. A viagem até os Tempos Sombrios não havia sido perdida, e ele havia angariado alguns cristais dos Kotturuh, usando-os para aprimorar sua armadura. Sua próxima jogada envolveria riscos, mas calculados. E o Dalek Estrategista se permitiu uma inovação ocasional.

Ele sentiu a energia sendo puxada do vórtex temporal, da nave em constante explosão, dos Daleks morrendo, surgindo em sua armadura.

‘Mudança temporal emergencial’, ele disse, e desapareceu.

Afinal, o Dalek Estrategista concluiu, seria uma pena perder o futuro.”

E esse é o fim dos Daleks em Time Lord Victorious. E aí, o que acharam do Estrategista e do Imperador? E o que vocês acharam de Time Lord Victorious até agora?

Ainda faltam alguns áudios a serem lançados e/ou revisados, mas por enquanto é isso. Um ótimo Natal e até a próxima!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s